pt-pt

Há 4 aspetos que melhoram a qualidade de vida no trabalho. A horta é uma delas!

qualidade_de_vida_no_trabalho_quialité_de_vie_au_travail_quality_of_life_at_work

É difícil associarmos as palavras trabalho e bem-estar. Os termos surgem-nos, num primeiro momento, quase como uma antítese. Mas a qualidade de vida no trabalho não tem de ser uma utopia. Pode muito bem ser real. É isso: o bem-estar pode coexistir com o dever.

Tanto assim é que cada vez mais colaboradores têm, no momento de tomar uma decisão, em consideração o ambiente laboral que determinada corporação promove. Paralelamente, também as empresas começam a reconhecer as vantagens em proporcionar aos funcionários qualidade de vida no trabalho, esforçando-se nesse sentido. Afinal, funcionários felizes, são funcionários produtivos, funcionários que faltam menos ao trabalho, que correm menos risco de burnout, que aproveitam verdadeiramente o tempo livre para descansar e recarregar energias.

 

O desenvolvimento pessoal e profissional numa empresa é crucial para promover a qualidade de vida no trabalho. Mas como passar da teoria à prática? Deixamos quatro dicas.

 

Horários flexíveis criam colaboradores mais responsáveis.

Isto é altamente valioso para os colaboradores. Ter horários flexíveis permite gerir e integrar melhor todas as facetas da vida. Não ter uma hora certo para entrar e sair, evita tempos perdidos no trânsito, promove o investimento no aumento de qualificação profissional (há tempo para cursos, pós-graduações, e-learning) e reduz o stress pela incapacidade de se conseguir estar em vários sítios ao mesmo tempo. A ideia de que os funcionários precisam de funcionar com “rédea curta” porque, caso contrário, desleixam-se já é antiga. A realidade é que acontece o inverso: a ausência de imposições aumenta os sentidos de compromisso e de responsabilidade. Permite fazer uma gestão mais eficaz do tempo.

 

O teletrabalho é amigo da concentração.

Com a COVID-19 a tendência do teletrabalho veio para ficar. Permitir aos funcionários trabalhar remotamente uma vez, ou mais vezes, por semana promove a qualidade de vida no trabalho. Gasta-se menos tempo em deslocações, sobrando mais para a família, amigos, exercício físico, refeições saudáveis e noites bem dormidas. Além disso, permite trabalhar de forma mais concentrada, longe das distrações constantes, típicas de sítios em que há muita gente.

 

Atividades de wellness criam colaboradores mais saudáveis.

Massagens, ioga, alongamentos, meditação. Fazer parcerias com ginásios próximos da empresa para conseguir obter descontos para os trabalhadores. Criar campanhas de consciencialização para uma alimentação saudável, junto da horta instalada no terraço — onde se promovem outras atividades, como workshops de agricultura urbana. São cada vez mais frequentes as empresas que se esforçam em incluir aspetos que promovam um estilo de vida mais saudável. Pessoas saudáveis faltam menos ao trabalho. Pessoas mais saudáveis são mais felizes. Pessoas mais felizes trabalham melhor.

 

Empresas que investem nos colaboradores oferecem qualidade de vida no trabalho.

Este é outro aspeto crucial: empresas que se preocupam com os colaboradores, esforçando-se para que estes progridam profissionalmente, reconhecendo o potencial de cada um. Quando um colaborador se sente reconhecido, mais eficiente e esforçado ele se torna. A mesma coisa com os prémios e bónus: celebrar o bom desempenho de um funcionário é dar-lhe qualidade de vida no trabalho.

 

Horta Corporativa

Uma solução “chave na mão” com assistência da instalação até à colheita.

SAIBA MAIS SAIBA MAIS

Ficou interessado?

Receba as novidades do nosso blog e descubra todos os casos de sucesso